Aqui Jaz um Amor

Imagem

Uma navalha afiada

Em minha gélida mão
Tu gritas em meio ao nada
Por não aceitar meu perdão

Teu sangue escorre vivo
Vivo como foi nosso amor
Mas teu ego tão abrasivo
Tornou-me um pecador

Adiei tua ida
Por minha sanidade
Descanse em paz
Não sentirei dó

Nem saudade 

 

Advertisements